Saltar para o conteúdo principal Mapa do Site

Fora do Padrão – Lembranças da Exposição de 1940

25 Junho 2016 - 30 Outubro 2016

Detalhes

Exposição | Atividades

Partilhar nas redes sociais

Sobre o evento

Esta é uma exposição sobre lembranças de outra exposição. Apesar de ter sido concebida em estafe e como projeto efémero, a Exposição do Mundo Português, inaugurada em 1940, desenhou parte importante da cartografia simbólica da nação e da memória.

Essa cartografia ficou gravada nas múltiplas publicações do Estado Novo, nos registos e arquivos formais, nas plantas dos pavilhões, nas fotografias oficiais, nas emissões solenes e filmes do regime, até se reinscrever de forma indelével no espaço de Belém, algumas décadas depois, com a reconstrução em pedra do Padrão dos Descobrimentos.

Fora do Padrão pretende revelar cartografias pessoais e lembranças fora desse padrão, para lá do registo e memória institucional dos Arquivos oficiais e dos Monumentos. Ao longo de um ano, mais ou menos o tempo que levou a preparação da Exposição do Mundo Português, uma equipa de antropólogas entrevistou mulheres e homens portugueses que a visitaram na sua infância ou adolescência.

A exposição constrói-se a partir das suas lembranças registadas em vídeo e materializadas em pequenos objetos e fotografias que evocam sentidos e emoções pessoais. São elas que, partindo da beira Tejo, nos levam a deambular sem preocupação reconstrutiva entre Belém e outros bairros em plena Guerra Mundial, entre a parvónia e o espetáculo, entre o poder e a resistência, entre a pobreza, o trabalho e o lazer, entre o espanto e o corriqueiro.

Pretende-se que a exposição ative e multiplique outras lembranças privadas e pessoais que a Memória de Belém tende a colocar à sombra dos Monumentos. Os visitantes de hoje são também convidados a contribuir com suas lembranças para a constituição de um novo arquivo Fora do Padrão que interpele os arquivos históricos institucionais, e a Memória encapsulada pelos grandes eventos celebratórios que o Estado Novo encenou em Belém.

A folha de sala da exposição está disponível aqui.

Partilhe-as escrevendo para arquivoforadopadrao@egeac.pt